espaço de mau feitio, alguma reflexão, música e outras panóplias coloridas

03
Fev 11

Coisas que me irritam de verdade são poucas. A saber: gente que vai no autocarro a ouvir música sem fones, gente que cospe para o chão, que deita papéis para o chão, gente sem civismo, como se todos nós lhes devessemos e ninguém lhes pagasse.
Pior ainda, gente que não faz a mínima ideia de como se fala ou escreve português. E depois ainda vai debitar as suas doutas opiniões virtuais inchados da sua proverbial sapiência ignorante. Todos os dias leio sites de notícias que permitem comentários absolutamente imperdoáveis (igepcíos, really? preguisoso, come again? pluridicilar, sim, uma equipa pluricoisa que não sei escrever o resto, e poderia continuar ad eternum) sempre renovadas com os comentários, os posts, os sites, enfim, toda uma panóplia colorida do fenómeno multimédia da internet.
Bem longe de mim ser uma purista da língua: já me chega ser uma acérrima opositora ao (des)acordo ortográfico e manter a minha escrita fiel ao que sempre foi, mas julgo que há mínimos. Para evitar o ridículo e, de não somenos importância, ser um pouco mais ... instruído? Ciente de que a língua não é adaptada à nossa ignorância, antes esta última deve ser combatida. Sempre. Cada vez mais.

Para finalizar, esta pérola da Teresa, sobre a qualidade do serviço nos canais portunhóis da televisão por cabo (ou fibra, ou supermegatecnologicamente superior, não me lixem, que a minha TV ainda é CRT).

publicado por Vita C às 15:42
Etiquetas:

Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

16
17

23
25

27


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Visitantes
Por aqui
online
blogs SAPO