espaço de mau feitio, alguma reflexão, música e outras panóplias coloridas

03
Jun 13

... ou de como o ser-se psicóloga não diz absolutamente nada sobre a nossa sanidade mental.

Vou para o call-centre de comboio. É sabido que tenho pavor a plataformas de comboios (lá dentro a coisa até que se ameniza, a entrar e sair das carruagens é que são elas).
No ano passado, e depois de muitas experiências com a medicação para controlar a asma e a pansinusite e afins, comecei a tomar um turbo-haler (turbo, hein, só podia) que vem num invólucro cilindrico.

Já se está mesmo a imaginar... Um destes dias estou a chegar à plataforma para apanhar o comboio e mais uma vez superar a minha fobia irracional e saco do turbo-haler para inalar, que a respiração estava a falhar um pedacito. Como sou moça muito prendada para as intelectualices mas nem tanto para as coisas de mãos, o turbo-haler (cilíndrico) salta-me das mãos, cai ao chão e rola, deslizante, o cabrão, até à linha do comboio, onde vai aterrar mudo e quedo. Faltavam dois minutos para o comboio passar.

O que faria, munida de toda a artilharia psicológica? Disputava racionalmente os meus pavores de ficar sem o haler e pensava em ir comprar outro quando chegasse ao destino. Despedia-me emocionalmente do querido haler, tantas noites que passámos juntos. Inspirava e expirava suavemente, como quem cheira uma flor e como quem sopra uma vela. Tudo isso e muito mais.

E o que é que, na realidade, eu faço? Ajoelho-me feita parva, as lágrimas a escorrerem-me pela cara de panda (porque estava maquilhada), a soluçar sem ser capaz de pronunciar duas sílabas seguidas, como se o mundo acabasse não amanhã mas daí a dois minutos.

Eis senão quando uma rapariga atlética (provavelmente da Faculdade de Motricidade Humana) me pergunta se "aquilo" era o que me tinha caído, e quando eu aceno afirmativamente, e sem perceber porque raio não fui buscar o dito haler, salta para a linha para mo devolver. E eu? Desato aos berros, que vinha aí o comboio, e já tenho o filme todo na cabeça, a tipa, bem intencionada, vai acabar espalmada ou estraçalhada mesmo à minha frente "como eu sempre disse que iria acontecer". Mas não, a rapariga era ágil, vai até ao início da plataforma, escala aquilo, devolve-me o haler e desaparece numa carruagem (sim, o comboio entretanto chegara).

Lindo. Depois disto, ganhei ainda mais respeito pelos medos dos meus clientes.

publicado por Vita C às 18:08

3 comentários:
Ahahahahahahah! Só tu para me fazeres rir! Eu tenho um perfeitamente estúpido e irracional: tenho pavor de tudo o que estiver relacionado com a temática do terror... comboios fantasmas nos Parques de Diversões, casas assombradas e afins... não entro, e se entrar por qualquer motivo, bloqueio, não grito, não choro, não reajo, fico simplesmente apavorada... :-) Uma vez um casal amigo obrigou-me a entrar numa coisa dessas, o Maridão saiu com as minha unhas cravadas em sangue na mão dele, e eu ia tendo um ataque cardíaco!... Vez? Não és só tu que te passas! :-)
Beijinhos minha linda!
soumaiseu a 5 de Junho de 2013 às 12:59

É, acho que cada um com a sua esquisitice. Eu consigo ir-me expondo suficientemente. Em Setembro vou passar um fim de semana sozinha para Coimbra e vou de comboio. Quando fiz a formação no Porto, lá está, fui de comboio e nesse dia houve uma colisão. Não gosto, mas paciência. O pânico foi juntar a fobia com a possibilidade de falta de ar. Isso é que foi do pior. Mas pronto, à distância o que me ri com isto.
Eu não vejo cenas violentas nos filmes, daquelas impressionantes, ou que tenham animais ou assim. Pancadas, lá está. Regra geral também não pago para me assustarem, sou muito menina.

Os filmes que mais gosto de ver são os infantis... :-) Também não vejo filmes de pancadaria nem com animais em maus lençóis...... Deixa-te ser menina! :-) Temos a vida toda para nos "endurecer".. ou não! :-)
soumaiseu a 6 de Junho de 2013 às 20:22

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
15

17
19
20
21
22

24
25
26
27
29



mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

34 seguidores

pesquisar neste blog
 
Visitantes
Por aqui
online
blogs SAPO