espaço de mau feitio, alguma reflexão, música e outras panóplias coloridas

29
Set 09

Ainda nenhum dos chefes chegou... e eu aqui à espera para lhes contar as novidades.
Vale que a SuperFm está de volta e brinda-me com os The Cure...

publicado por Vita C às 09:40

28
Set 09

Se a carrinha faz craaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaay na parede e se atira ao ar moribunda, é porque ficou riscada. Se a carrinha ficou riscada, há que ganhar coragem para dizer ao chefe. Se ganhar coragem implica tremer dos pés à ponta dos cabelos, é o que farei.

 

Sim, é uma carrinha para ir para terreno de obra.
No entanto, é uma carrinha nova.

Sim, é tem seguros para tudo, incluindo condutoras habituadas a carros pequenos.

No entanto, ficou bastante riscada.
 

Foda-se!

publicado por Vita C às 20:19

27
Set 09

Como boa cidadã, voto desde que a isso tenho direito. Fui buscar o meu cartão de eleitor no dia a seguir a fazer 18 anos (e só não fui no próprio dia porque nasci a um feriado).

Hoje fiz a pé o caminho de casa até à Escola onde sempre votei, sempre rodeada de uma romaria de gente que não se importou de prescindir de uma manhã domingueira entre os lençóis.
Votei em consciência, como só assim faz sentido. Para mim, que cresci a discutir política com o meu pai, só faz sentido criticar governos quando se contribui (ilusoriamente ou não) para a decisão. Claro que podemos criticar não mexendo uma palha, ou mexendo palhas noutras sítios, e temos direito a isso. Mas votar, pôr a cruzinha, mais certa ou menos bem feita, dá-nos um sentido de cidadania e poder que nos confere mais exigência sobre o poder político. Vota quem quer votar. Querer votar é um direito, e direitos são poucos os que temos hoje em dia.

Pode parecer uma ideia inocente e ingénua. Admito que o possa ser. Mas é para isso que serve a utopia: não necessariamente para mudar, mas para avançarmos.

 

E então lá fui, de trancinhas que fazem sempre o presidente da mesa engasgar-se a dizer o meu nome, pôr a cruzinha (canhota, mais específica não serei), e saí satisfeita.
Eu já votei. Nem poderia ser de outra maneira.

publicado por Vita C às 13:05
Etiquetas:

26
Set 09

 

Depois do balde de água fria nesta jammer adicta, eis que o novo trabalho dos Muse me deixa exactamente no mesmo estado. Mattzinho, Mattzinho, mas que merda vem a ser esta? Não vale a pena imitar os Queen, esses foram e serão sempre inatingíveis de tão indescritíveis que eram. Qualquer músico que se preze sabe isto... Menos tu?

 

Agora entendo porque se chamam Muse (para quem não sabe, corresponde a most unreal sound ever...).

 

publicado por Vita C às 23:49

25
Set 09

Ou eu ainda tiro as medidas à cara de uma colega com as minhas próprias mãos!!!

É o que tem de mau ser promovida: há sempre aqueles que ficam com a ideia de que andamos a fazer favores ao chefe (sexuais, subentenda-se).

Sim, é verdade que vou beber café quando me apetece, e antigamente não podia ir.
Também é verdade que vou fumar quando quero.
Tenho carro à disposição e tenho um gabinete só para mim.

E tenho telefone da empresa que mal utilizo.

Por isso se o ofereço para uso quando a linha central da empresa não está a fazer chamadas para redes móveis, dispenso olhares de víbora e expressões de desprezo. Ou começo a partir a louça toda e a soltar a língua.  Vale-me a minha boa educação, senão era cena de putice a torto e a direito.Não há pachorra.

Há mulheres mesmo cabras, foda-se!!

 

publicado por Vita C às 17:45
Etiquetas:

24
Set 09

 

Backspacer já roda no meu iTunes há tempo suficiente para não se tratar apenas de uma impressão esquisita.

Sendo das melhores capas dos Pearl Jam que me lembro (pelo menos a comparar com o abacate), o álbum é, vá lá, fraquinho.

As músicas não são, de todo, aquilo que eu esperaria, e quase que me apetece espancar o Eddie Vedder até lhe doerem as costelas. É que ninguém me tira da cabeça que foi aquela banda sonora do Into The Wild que fez com que Backspacer derrapasse para esta lamechice a pretender ser maturidade.

Ou isso, ou sou eu que gosto mais dos bons velhos tempos, cuja última recordação é de 8 de Junho de 2007, no concerto em Algés.

 

Por isso, e enquanto me dedico a mais umas quantas ouvidelas a ver se percebo o que me está a escapar, isto é o que para mim ainda resiste:

 

 

publicado por Vita C às 19:47
Etiquetas:

21
Set 09

 

 

E já está! O meu mano foi o noivo mais bonito que já vi até hoje. Da canseira da viagem da véspera até à preparação da recepção dos convidados do noivo, da estopada em saltos altos à libertação em chinelas da Giselle Bundchen, da conversa animada pela noite dentro com os amigos na véspera da dita cerimónia à correria eufórica após o sim, correu tudo tudo tudo tão bem que aqui a Miss Me até foi às lágrimas. E não foi só da dor nos pés. Ver ali o puto mais velho a tremer, depois a dançar a valsa, a distribuir os brindes, a dizer "a minha mulher" foi emocionante. E todos os presentes souberam contribuir, mesmo na complicação que são as coisas em família. 

 

Podia agora despejar aqui as fotos belíssimas de moi même em vestido azul, comprido, de cabeleira ruiva esvoaçando ao vento. Mas digo-vos só que o mais-que-tudo levou um fato, sim, e dançou até lhe doerem os pés.

publicado por Vita C às 23:02

13
Set 09

Uma semana para o casamento do mano, uma semana para terminar o curso e a primeira semana nas novas funções... parece-me bem.

Nos entretantos, muita coisa e pouco tempo para o blog. Temos pena, há prioridades na vida.

No entanto, prometem-se novas ideias quando o cérebro voltar a funcionar. Para já, fica a fotografia do Avante 09, onde se bebeu café colombiano, jantou bolo do caco, se conduziu o carro da cunhada e se regressou de barco, se ouvir música irlandesa e portuguesa da boa, se queimou a garganta com queimada galega e outras coisas interessantes que fazem com que não haja festa como aquela.

 

publicado por Vita C às 19:36

03
Set 09

Eu não sou comunista.
Parece-me de bom tom explicar isto antes do vídeo.

 

 

Até sou de esquerda, mas como toda a esquerda mais canhota, o comunismo fica bem é no papel e na ideologia, na prática já provou ser um desastre.
Mas, como no ano passado, estou de malas aviadas para partir sábado (não fosse o curso nocturno ia já amanhã) para a Festa do Avante. Festa e não festival, e esta é uma diferença enorme.
As palavras de ordem são alegria e descontração, bem regadas com a sangria na bancadinha de Sintra. O ambiente, acreditem que só o poderá descrever quem lá esteve. Confesso que nutro uma simpatia gigante por todos aqueles que contribuem para que a Festa seja aquilo que é, e que nos fazem acreditar que por detrás de qualquer partido, está sempre a massa anónima que o define. O Avante é a maior expressão disto.
O início do Avante é marcado pela pausa e pela dignidade com que a Internacional é cantada, sim, mas nada se compara à Carvalhesa. Para quem não sabe, esta é uma música tradicional portuguesa e que apenas ganhou conotação política pela associação à Festa. E digam lá que não contagia!!!

 

(sim, poderia dizer que muita gente que lá vai nem sabe o que é o PCP e nem se interessa por política, poderia... mas prefiro deixar-vos com a primeira fotografia que tirei no Avante do ano passado)
 


 

publicado por Vita C às 20:11
Etiquetas:

02
Set 09

Estava para escrever aqui a OST #17, Bobby McFerrin aqui a dizer que não me preocupe e que seja feliz. É o que faço, ou tento fazer, todos os dias. Mas o computador do trabalho não deixa incorporar vídeos do Youtube e mais a mais estou a escrever pelo e-mail. Chatice! Queria mesmo pôr-vos a assobiar e a cantar. Fica a intenção!

 

 

....

 

 

Fui chamada à contabilidade. Lá se ia indo o bom humor.

publicado por Vita C às 11:27

Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

20
22
23

30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

34 seguidores

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
Visitantes
Por aqui
online
blogs SAPO