espaço de mau feitio, alguma reflexão, música e outras panóplias coloridas

28
Fev 13

Está um frio de rachar. E este frio de rachar reduz significativamente o calibre da via aérea...
O que quer dizer, em português miúdo, que ontem já entre miados e gatinhos na respiração, lá liguei para a Saúde24 (808 24 24 24, anotem mesmo este número). Não estava particularmente com vontade de ir para as urgências do hospital, sobretudo quando estes estão carregadíssimos e sem mãos a medir por causa da gripe, mas o certo é que respirar começou a ser, novamente, uma tarefa difícil.

Depois de informação para aqui e para ali, uma grande dose de tranquilidade(o enfermeiro até se riu perante a minha calma entre respirações), depois da medicação de SOS em dose tripla e de um chá quente, passei a noite em vigilância, mas com indicação de ir direitinha às urgências se piorasse um milímetro que fosse. Esta noite será igual, porque o frio piora sempre estas situações...

E, portanto, ficam algumas ideias fundamentais. Não entupam os hospitais desnecessariamente, mas vão aos hospitais quando necessário: não adiem. Não pintem as unhas se, do nada, puderem ficar sem respirar. Por mais fashion que possam ter sido as vossas unhas, os vossos pulmões agradecerão esta decisão. Acalmem-se. E acalmem os vossos, que é uma tarefa difícil, sobretudo se os vossos tiverem recentes na memória o vosso episódio de internamento: desdramatizem e assumam a responsabilidade de decidir, adequada e seriamente, que irão para o hospital quando for necessário.

Tenham o número da Saúde24 memorizado. Tenham o número da Saúde24 memorizado. Tenham o número da Saúde24 memorizado. Tenham o número da Saúde24 memorizado. Tenham o número da Saúde24 memorizado. Tenham o número da Saúde24 memorizado. Tenham o número da Saúde24 memorizado.

 

808 24 24 24

 

De nada.

publicado por Vita C às 18:17
Etiquetas:

23
Fev 13

Houve há uns tempos uma blogger que escrevia sobre como hoje em dia uma mulher só não tem  as unhas devidamente pintadas e cuidadas por desleixo. Isto irritou-me. A sério que sim. E como preciso da minha dose mensal de posts parvos, explicarei o porquê da minha irritação.

Irritou-me porque é de uma falta de informação e bom senso atroz, num blogue que acaba por ser tão semelhante a tantos outros e onde infalivelmente se passeiam os vestidos de cada evento nacional e internacional, comentado como se a moda e o bom senso fossem de unanimidade geral.

 

 

Quando fui internada, dia dos namorados, estava toda pipi e titi, toda maquilhada, vestida toda a condizer e unhas impecavelmente arranjadas e pintadas (embora curtas, por causa de tocar guitarra). E não respirava. Ora a saturação periférica de oxigénio, medida pelo oxímetro na ponta do dedo, não consegue ler a informação necessária através do verniz. No meio do hospital, andou a equipa de enfermagem à procura de acetona ou de removedor de verniz para conseguir quantificar a minha falta de ar. Tiraram o verniz da unha do indicador esquerdo. E assim estive, internada, até ao dia seguinte em que me levaram acetona. Como não me mexia, tiveram de tirar o verniz dos restantes dedos das mãos e, sim, também  dos dedos dos pés. Linda a imagem. Olheiras até ao joelho, um farrapo de pijama, máscara de oxigénio, cabelo desgrenhado, mas, hey, mãos impecáveis, está bem?!

Desde então, e porque nunca se sabe o dia de amanhã, nunca mais pintei as unhas. Estão sempre rentes, curtas curtinhas. Limpas, cuidadas, mas sem cor. Porque sei que a qualquer momento isto pode piorar e a visita ao hospital pode repetir-se. Portanto, faço-o por receio e por comodidade.

Não por desleixo.

publicado por Vita C às 18:23

19
Fev 13

 

Miguel Relvas, esse prodígio da política lusa, vê os telejornais e está tento aos meios de comunicação social.
Os mesmos sábios que escreveram que Pedro Passos Coelho, esse barítono que ensaia permanentemente para primeiro-ministro, deveria ter juntado a sua à voz do coro de Grândola, Vila Morena que o interrompeu na Assembleia da República. Pedrito, tímido, não o fez. Miguelito, audacioso, atreveu-se a tal.

Mas ninguém avisou Miguel Relvas, por eventual desconhecimento ou por atroz falta de coragem, que Miguel Relvas a cantar é ... uma ovelha. Bale. E se há músicas onde figuras tristes não têm piada, Grândola, Vila Morena é uma delas. Miguel Relvas tentou ... e falhou redondamente. Mas Miguelito não é uma ovelha. Aliás, a sua extraordinária sobrevivência no governo só se explica pela astúcia lupina. Mas já se sabe, quem poupa o lobo, sacrifica a ovelha. Como deu para ouvir...

publicado por Vita C às 18:34
Etiquetas:

18
Fev 13
Estive muito pacífica e introspectiva.
A semana que passou assinalou o aniversário do meu internamento e, consequentemente, foi um período de reflexão e profunda gratidão.
Há precisamente um ano e quatro dias que não fumo...
publicado por Vita C às 15:53
Etiquetas: ,

12
Fev 13

 

(nem sei se não será montagem, mas eis um relâmpago a atingir a Basilica de S. Pedro, horas após a resignação do papa Bento XVI)

 

Creio que é desta que se resolve a questão... Desde 2005 que me tenho esforçado por aceitar que Ratzinger se tinha tornado, por (des)inspiração divina, o sucessor de JPII. Fracassei. E Ratzinger resignou. Claro que poderia dizer que bem pior deveria estar Karol Wojtyla e não resignou, não desceu da cruz que abraçou. Mas lá está: João Paulo II iniciou o pontificado dizendo "Não temais". E assim, embora tremesse parkinsonianamente, não tremeu nem temeu o momento de morrer e deixar uma igreja semi-orfã. Que era, inexplicavelmente, como se senti durante o conclave. E agora. Deus não joga aos dados. O que não quer dizer que não seja irónico e que não vá dando as suas dicas.

 

publicado por Vita C às 18:30

09
Fev 13

Chego à estação de Algés, valido o bilhete e entro no comboio que está parado. Eu devia ter percebido.

- Bom dia, este pára em todas?

- Oh menina, descarrilou um comboio, este está e vai estar parado.

...

...

...

- O quê?

...

...

...

@£@§+*!!!

...

...

...

Volto atrás para ir buscar a chave e os documentos do carro. Sigo pela marginal e em Caxias vejo o descarrilado.

Pôrra!

publicado por Vita C às 12:32
Etiquetas:

03
Fev 13

O Porto é o melhor sítio do mundo para uma pessoa se emocionar a ouvir Ornatos Violeta.

publicado por Vita C às 22:03
Etiquetas:

01
Fev 13

Eu sei que, pelo que se diz, a culpa não foi dos comboios, mas não estou mais tranquila.

Já vos disse que me faz disparar a ansiedade, isto de andar de comboio? Sim? Ora então desculpem lá qualquer coisinha.

publicado por Vita C às 13:30
Etiquetas:

... a human being that was given to fly*

 

Este é o terceiro post deste blog que leva esta frase no título. Não é por acaso. Há músicas assim, que nos imprimem uma sensação de poder enorme.

Amanhã vou para o Porto. De braços abertos (arms wide open with the sea as his floor). Vou sozinha e vou de comboio. Mas na verdade, irei a voar.

 

*Pearl Jam

publicado por Vita C às 00:40
Etiquetas: ,

Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
20
21
22

24
25
26
27


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
Visitantes
Por aqui
online
blogs SAPO