espaço de mau feitio, alguma reflexão, música e outras panóplias coloridas

27
Ago 13

publicado por Vita C às 00:12

24
Ago 13

 

(resumindo, um sol e uma lua a preto, três estrelas, uma azul, uma violeta e uma laranja, e não doeu nada, o Sérgio é um profissional porreiro com um traço genial e uma paciência de santo, explicou-me tudo tim tim por tim tim, se estão indecisos e tal, podem espreitar por aqui alguns dos trabalhos que ele tem feito, e basicamente demorou uma hora, mais coisa menos coisa)

publicado por Vita C às 22:59
Etiquetas:

22
Ago 13

Pela primeira vez desde que me lembro, tenho um ponto de interrogação sobre um anúncio para o estrangeiro.
Pela primeira vez não recusei liminarmente a hipótese e quero decidir se me candidato até ao final do dia de hoje. Claro que candidatar não quer dizer que fique colocada e muito menos implica que aceite. Mas é informativo, este meu querer, do desânimo que nos assola.

 

* Linda Martini, pegando num excerto do FMI de José Mário Branco

publicado por Vita C às 13:37

20
Ago 13

 

Continuo entusiasmadíssima no coursera. Saber é poder. Faz-nos pensar. Torna-nos interessantes. Mantém-nos exigentes.

publicado por Vita C às 19:15

12
Ago 13

Ora então, ontem estava eu sozinha a caminho de casa quando, numa curva larga onde passo há anos, para me desviar de um baixo-relevo (aquelas tampas manhosas que nos fazem saltar o carro), apanho um fio de óleo na estrada. E depois passou tudo a correr, um schuiiiiiiiii de derrapagem, eu entretanto apercebo-me e tento manobrar o volante, cabum cabum, e acabo espetada do lado direito do passeio, entre os pilaretes vermelhos em forma de U invertido e uma cerca de madeira. Consegui acertar com o carro de maneira a não bater de frente, só de lado (foi de uma agilidade impressionante, acrescento), o carro aterrou, salta um tampão, vai parar ao meio da estrada e craaaaaaaaaaaac, o carro de trás espatifa o malfadado tampão depois de este ter rodopiado por uns metros, para meu grande horror.

No meio disto, alertados pelo som, saem os senhores do café, a menina está bem?, e, miraculosamente, é aí que me cai a ficha e me apercebo que acabara de me despistar.  E eu, sim, estou bem, mas tenho um pilarete em forma de U invertido a barrar-me a porta e eu não consigo sair, feita tonta ponho-me a tentar abrir a porta, vejo o pilarete e quebra-se a cadeia de raciocínio, porque é que a merda da porta não abre que eu tenho de sair daqui?. É nesta figura de atrasada mental que um rapaz me explica, pausadamente, que se calhar o melhor é sair pelo lado direito, que a porta do condutor está presa. Ah bom, então está bem.
Saio do carro, tiro o triângulo do porta-bagagens e começa-se a resolver o problema. Reunião familiar, que isto aqui é assim, vieram os meus pais (sim, os dois!), o meu irmão, o sogro, enfim, mudou-se o pneu. O carro tem um furo na porta, está com uma nova cor mais bela (os pilaretes eram vermelhos, já disse?), e o arranjo vai sair uma pipa de massa que eu não tenho.

Tirando isso, eu estou óptima. Ilesa. E extremamente orgulhosa por não me ter agarrado a uma tablete de chocolate com os nervos.

publicado por Vita C às 20:05

10
Ago 13

Até sempre Fernanda. Era, à partida, uma luta injusta, mas era a tua luta, até ao fim. Obrigada.

publicado por Vita C às 20:13
Etiquetas:

05
Ago 13

Fui dispensada do call centre a 10 de Julho. Que as coisas não corriam bem, que tinham menos campanhas, que era imperativo reduzirem custos. Como tinha dez dias de férias por gozar, estava previsto trabalhar até dia 17 desse mês e depois entrar de férias. Houve colegas que não voltaram a pôr lá os pés, e eu confesso que a vontade não era muita, mas o dinheiro fazia falta e lá me arrastei. Os dias, como é de calcular, correram pior que mal. Fui a diversas entrevistas, mas nada de concreto.

Entretanto, desenvolvi uma estratégia, passei a entrar meia hora mais cedo todos os dias para não ter de ir no último dia sem sofrer qualquer penalização.

Assim, na terça feira véspera do meu último dia estava a ser, para mim, o dia mais longo de todos. Quando vinha da pausa a supervisora chamou-me. Ah e tal, já marcaste alguma coisa para as férias? Está-se mesmo a ver que franzi o sobrolho, de facto não tinha (dinheiro para ter) marcado alguma coisa para as férias. Pois é que, sabes, falámos com os sócios e afinal vamos manter algumas das pessoas e queríamos que continuasses cá e se pudesse ser compravamos-te as férias e passavas a trabalhar através de outra empresa de trabalho temporário (aqui deixei de ouvir porque, honestamente, foda-se, mas despedem as pessoas sem falar com os sócios?).

Resumindo e concluindo, lá continuo, sem ter tido férias (tirei o dia 26, por motivos óbvios), e fartinha desta pôrra até à raíz dos cabelos. Sucede que ter um contrato de trabalho me permite não ter de descontar para a Segurança Social por parte das consultas. E isso, neste momento, é o que me importa (embora ainda não tenha novo contrato de trabalho, facto que me anda a irritar).

Se um dia vos ligar, sejam simpaticos, sim?

publicado por Vita C às 19:21

Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
13
14
15
16
17

18
19
21
23

25
26
28
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
Visitantes
Por aqui
online
blogs SAPO