espaço de mau feitio, alguma reflexão, música e outras panóplias coloridas

31
Out 13

Os cães entregues, a metade instruída (e provavelmente hoje ele deixou de fazer parte das estatísticas do desemprego, iupi), os pais informados de todas as incumbências... agora é desfrutar do nosso serviço nacional de saúde. A cena da anestesia geral incomoda-me, mas é preferível a estar acordada enquanto me enfiam uns tubinhos pela cabeça. A mochila tem livros e bolachas, sim, pijama e robe e outras cenas importantes, mas sobretudo livros e bolachas...

Até breve!

 

publicado por Vita C às 14:04
Etiquetas:

26
Out 13

Na semana em que me passam para a piscina olímpica (a mim, que há uns escassos meses mal sabia boiar), na semana em que fui "para a rua gritaaaaaaaaaaar" à la Zeca Afonso, na semana em que defendo o SNS com unhas e dentes, recebo uma chamada mui interessante.

Foi hoje por acaso, há bocado, diga-se que é sábado e me ligaram do Egas Moniz, a minha querida otorrinolaringologista. Sou operada na próxima sexta-feira. Não vou poder nadar por umas semanas.

 

Como diz a Pólo Norte, eu mereço?

publicado por Vita C às 22:10

25
Out 13

No seguimento disto, recomendo:

 

Cisnes Selvagens, de Jung Chang, que concretiza algumas das questões dos direitos humanos que desconhece a caríssima deputada e que, como se vê, não são apenas complexas como persistentes na História da China.

 

O arquipélago de Gulag, de Aleksander Soljenitsine, que retrata de forma bastante vívida a experiência sobre a qual nunca leu nem estudou nada... nem no curso de Ciência Política e Relações Internacionais. Assim, além de admitir a experiência, talvez possa abrir a pestana...

 

Das duas uma. Ou esta mulher é uma desinformada ignorante que não busca conhecimento e, então, é um absurdo estar a dar bitaites ou participar nas decisões do destino deste país já de si maltratado. A segunda hipótese é bem pior, e esta mulher encarna o estereótipo preconceituoso dos comunistas cassette e que me fazem ter vergonha de admitir que sou de esquerda.

Se é crime negar o holocausto nazi, igualmente punível deveria ser negar as vergonhas que se passaram na ex-URSS e na China, algumas ainda ocorrendo actualmente.

O comunismo advoga liberdade e igualdade. Por mais progressos que possamos atribuir ao comunismo, esta defesa cega mascarada de ignorância não contribui para o devido reconhecimento desses progressos... muito contrário. Todos os sistemas têm erros, e admiti-los serve, sobretudo, para melhorar os erros, nada mais. Alguém explique isto à deputada Rita Fonseca, por favor.

publicado por Vita C às 15:11
Etiquetas:

21
Out 13

 

... é este diagrama não se aplicar a mim. Acresce o facto de eu não saber (nem querer) ficar calada.

Diga-se também que daqui resulta eu ser uma pessoa tremendamente feliz naquilo que realmente importa.

publicado por Vita C às 19:22
Etiquetas:

18
Out 13

Vinha a conduzir sozinha para casa. Noite chuvosa, relâmpagos impressionantes. E um especial sobre Pearl Jam na SuperFm.

E depois recordei-me, arrepiei-me ... como há bandas que fazem parte de nós. Não os membros, claro está, mas há músicas e histórias partilhadas que ficam na nossa vida, nos moldam e impregnam, nos seduzem, nos empoderam, enfim. Dizia um rapaz que a Black é uma música demasiado forte para ser ouvida levianamente. Quase concordei. Porque é, de facto, uma música que arrebata, nos leva a extremos, mas que quase nos pode surpreender com a força de acorde. Dizia o mesmo rapaz que precisamente por isso não era a Black que pediria para ser tocada, mas sim a Given to Fly. E ali, no meio da IC17, sob uma claridade eléctrica, sorri. Também sorriria se ele tivesse pedido a State of Love and Trust. Poder, em estado puro e positivo.

Depois pensei nesta grande família que a música tem o poder de unir. Músicas que são mais do que meras canções. E que fazem também parte da minha história. Que isto vem mais do que o coração sente do que do que o ouvido ecoa. E só há duas bandas capazes de me fazer sentir isto. Felizmente, uma delas é portuguesa. A outra, são estes senhores.
Posto isto, esqueçam lá a Sirens. Há tanta história boa por onde escolher...
deixemo-los fazer álbuns medianos e dar concertos brutais. Sempre é preferível do que fazerem grandes álbuns e concertos medíocres...

 

* E sim, Pearl Jam têm uma cover desta música dos The Doors...

publicado por Vita C às 23:05
Etiquetas:

17
Out 13

A revolução que vai na minha vida!
E na dele!

 

(e não necessariamente para melhor)

 

 

 

publicado por Vita C às 00:03

11
Out 13

 

 

Pois tenho...

 

(Se não te agrada a forma de eu falar,
Acorda e vê que eu cago pró teu não gostar)

 

Ornatos Violeta, Débil Mental

publicado por Vita C às 23:36

09
Out 13

Era uma falha imperdoável na minha carreira leitorística. Uma entre tantas outras, é certo, mas nem todas imperdoáveis.

 

Não sou de fácil de convencer. Os nomes sonantes para mim não valem grande coisa: veja-se que Charrière me irritou profundamente com Papillon, que Hesse me confundiu sem me entreter com O Jogo das Contas de Vidro e que Thomas Mann me desiludiu para além do narrável n'A Montanha Mágica.

 

Emprestaram-me a Batalha Incerta e a sensação que tive ao enveredar pela história foi muito semelhante à que me invadiu no final da leitura do Levantado do Chão. Este último, referido três vezes neste blog, dos que mais se me gravou na memória e que me fez amar (porque não?) a escrita de Saramago.

 

Lá em cima, num qualquer imaginado paraíso de escritores, Saramago e Steinbeck devem estar a ter umas tertúlias bem interessantes.

publicado por Vita C às 20:53
Etiquetas:

07
Out 13

"There is an old saying, The harder you try the luckier you get. I kind of like that definition of luck."
Gerald Ford

 

* se estão a pensar no que raio será isso, imaginem-me a olhar para o e-mail «Ana, prepare um elevator pitch para apresentar ao CEO para sabermos porque a devemos contratar». Biutifule.

publicado por Vita C às 15:25

 

Desde que fui internada que celebro a vida com mais intensidade.

Não faz sentido perder tempo útil e precioso com lamentações quando podemos fazer algo para mudar, quanto mais não seja, mudar a importância que damos às coisas.

O que não quer dizer que seja uma pateta alegre, ou talvez seja. Mas para rezingar sem fazer nada já anda por aí tanta gente que me parece demasiada!

Aprendo que cada dia é um dia pleno daquilo que eu quiser que seja. E vocês, o que é agradecem hoje?

publicado por Vita C às 14:34
Etiquetas:

Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
19

20
22
23
24

27
28
29
30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
Visitantes
Por aqui
online
blogs SAPO