espaço de mau feitio, alguma reflexão, música e outras panóplias coloridas

29
Out 14

Estou aqui que nem me aguento...

publicado por Vita C às 13:00

24
Out 14
Faz sentido existir uma lei que puna os animais que maltratam animais. Ninguem pode, no seu perfeito juizo, discordar.  A lei pode ser parca, curta, leve, enfim, mas ao menos tem o merito de existir.  Pergunto-me apenas, como raio se implementa isto? Como? Em teoria, alguem teria de denunciar, obviamente que nao se pode esperar que seja o proprio animal a ir a uma esquadra e mostrar-se ofendido. Pergunto-me quem, de facto, se envolve o suficiente para denunciar situacoes. Mas, alem do envolvimento, seria preciso ter cabeca e discernimento perante as atrocidades que se presenciam. E as vezes isso nem sempre se consegue. So isso explica que depois de verem um cachorro de mes e meio ser atirado pela janela de um carro ninguem tenha tirado a matricula da besta. 

(o pequeno sobreviveu, ja come, mal anda, e parece-me bastante feliz agora que, depois de ter sido resgatado por gente de bem neste pequeno bairro, se tornou o petiz da familia)  

 
publicado por Vita C às 10:51

12
Out 14

O amor está nas coisas simples.

O amor está nos olhares cúmplices, nos abraços ternos, nas concessões mútuas, nos maus feitios apaziguados, nas resistências partilhadas, em pequenas coisas que mais ninguém nota. E nem é suposto mais ninguém notas. Se mais alguém notasse, não seriam coisas só nossas e não teríamos esta molecularidade ímpar do nosso amor. Eu e tu, HCl, NaCl, enfim, química e física traduzida de modo sociológico, psicológico e romântico. Parvoíces e parvoeiras que são do mais sério que há.

O amor está nas coisas simples. Não significa que o amor é, necessaria e exclusivamente, uma coisa simples. Mas também pode ser.

publicado por Vita C às 20:12
Etiquetas:

05
Out 14

Dia 1 no novo consultório. Tudo a correr sobre rodas. Ou se calhar "sobre rodas" não será a melhor expressão... chego ao sítio onde tinha deixado o carro e... "cadê?". Percorro a rua, olho, nada. Roubaram-me o carro??? E de repente vejo, do tamanho de um iô-iô, sobre a porta, um sinal de proibido estacionar. Vita C liga para a EMEL, "ah e tal, nós não rebocamos ao sábado, fale com a PSP ou com a Polícia Municipal". Vou a pé, de saltos, até à esquadra mais próxima (nem está aberta ao público, mas lá consegui que me atendessem). Fui magnificamente atendida, e depois de muitas mensagens, telefonemas e um ataque de nervos depois, descobriram que o carro tinha sido rebocado pela Polícia Municipal. Apanhei um taxi (muito atencioso também, o senhor que me levou), larguei 165 € em dois minutos (!!!) e cheguei hora e meia atrasada ao almoço de aniversário do irmão.

Uma camada de nervos que só vista!

publicado por Vita C às 13:08

Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
25

26
27
28
30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

34 seguidores

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
Visitantes
Por aqui
online
blogs SAPO