espaço de mau feitio, alguma reflexão, música e outras panóplias coloridas

31
Dez 15

RECEITA DE ANO NOVO

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

 

(Carlos Drummond de Andrade)

publicado por Vita C às 16:31

28
Dez 15

Jantámos na casa acolhedora da minha mae, engalanada como só a minha bisa conseguia fazer, desdobrámos as tradicionais rifas (que eu enrolei durante a tarde), rimos, bebemos, conversámos, demos croquetes aos caes, comemos mousse de lima feita por nós, mousse de chocolate feita pela melhor mae do mundo. Fomos almocar na casa sempre cheia dos tios da metade, com saudades trazidas directamente de Londres, moscatel e vinho tinto, fotografias para recordar, biscoitos doces como o ambiente, rimos e chorámos de tanto rir, metade partiu o banco onde estava sentado, caminhámos até ao Canas para desanuviar e para voltarmos para podermos comer mais um pouco de felicidade doce. Recebemos família, amigos, presentes nem tanto assim.

Fomos família. Somos felizes.  

publicado por Vita C às 11:49

22
Dez 15

 

A todos os que aqui passam, os meus votos de um Santo e Feliz Natal, pleno de sentimentos e afectos. E de Marretas, que também sao precisos!

 

publicado por Vita C às 10:44
Etiquetas:

21
Dez 15

Metade trabalhou sábado e domingo. Aliás, metade vai trabalhar de segunda dia 14 a quinta dia 24 sem parar, tendo como cereja no topo do bolo uma jornada de 10 horas na vespera de Natal.

Já eu trabalhei os habituais seis dias por semana e hoje acordei a pensar "que bom que é sábado" ... só que hoje é segunda-feira!

 

(nota-se muito que estamos exaustos?)

 

publicado por Vita C às 13:12

17
Dez 15

Ver imagem original

 

Volta e meia deparo com esta questao existencial gravíssima em diversos sítios por esta internet e blogosfera. E eu percebo, as pessoas querem aparecer lindas, esbeltas, especiais, etc., e tal. 

Só que, pergunto-me eu, nao é suposto a farpela ser o menos do Natal? Ou seja, isto nao é sobre amor, familia, paz e coiso e tal? A sério que o drama é sobre se uma saia preta fica bem ou mal com uma camisola vermelha e que maquilhagem usar? Estamos a confundir o Natal com a passagem de ano (ou com o Carnaval)? 

Ah, Vita C, tu nao sabes como sao as famílias hoje em dia, analisam tudo, criticam tudo, bla bla bla. Entao nao sao famíilia e o que elas criticam nao me interessa. Eu passo o Natal com aqueles que me dizem algo, me estimam, confortam e apoiam independentemente do que vestir. Por isso, claro que prefiro estar apresentável. Mas nao me tira o sono se eles nao gostarem da minha indumentária, nao preciso de os impressionar.

Mas pronto, voces lá sabem, se preferem que alguem vos diga como se vestirem em vez de andarem como querem...

 

publicado por Vita C às 11:39
Etiquetas:

10
Dez 15

Ver imagem original

 

(é que a Nina até é parecida!)

 

publicado por Vita C às 12:13
Etiquetas:

09
Dez 15

Ontem Vita C sai do modo preguicite aguda e sai de casa mais de uma hora mais cedo para ir ao ginásio. A minha débil tentativa de poder preparar o Natal sem culpas (o Natal, os anos, enfim, tudo o que envolve comidinha da boa). E portanto, Vita C estaciona o bólide, pega na mochila armadilhada com ténis e roupa de treino da baratucha e nada fashion, atravessa a ponte para o ginásio e ... bate com o nariz na porta (embora tenha tentado abri-la por diversas vezes) ... porque o ginásio só abriria pelas 10h. 

 

(hoje já fui!)

publicado por Vita C às 12:35

Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
18
19

20
23
24
25
26

27
29
30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
Visitantes
Por aqui
online
blogs SAPO