espaço de mau feitio, alguma reflexão, música e outras panóplias coloridas

02
Abr 14

Metade é um gajo revolucionário de algibeira. Dose qb de realidade e dose qb de inconformismo e uma vontade enorme de ser do contra por exercício de imaginação.

Metade é também um tipo romântico, embora junto dos pares se comporte quase como um nerd, excepção feita ao facto de mexer o meu café e eu mexer o dele.

Metade tem, nesta relação, momentos extraordinários de comunicação. Uma paciência sacrossanta, também. E apesar de tudo, uma reticência em alamechar tudo.

Metade trabalha por turnos e há quase duas semanas que não temos uma folga partilhada, pois eu entro às 9h e ele tem saído às 23h30.

Por isso, quando hoje resmunguei ao telefone qualquer coisa sobre andarmos sempre a correr, metade não deu grande saída. Mas ligou-me agora mesmo, durante a hora de jantar. Só porque sim. Porque o mimo, quando acontece, é mesmo assim: porque sim. Só porque lhe apetece.

Pequenas coisas: a consolidar relações desde 2008!

 

publicado por Vita C às 20:41
Etiquetas:

comentário:
São estas pequenas coisas que fazem toda a diferença... e quando estas pequenas coisas vem do coração e acontecem só porque sim normalmente duram muito.... As nossas metades são muito metades de nós mesmas! E ainda bem! :-) Beijinhos Linda Ruiva!
soumaiseu a 3 de Abril de 2014 às 00:20

Abril 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

34 seguidores

pesquisar neste blog
 
Visitantes
Por aqui
online
blogs SAPO