espaço de mau feitio, alguma reflexão, música e outras panóplias coloridas

24
Mar 16

Imaginem que casam com um idiota, mas demoram um bom bocado de tempo a perceber que o tipo é, lá está, idiota. Tanto tempo que entretanto acabam por ter um filho com esse idiota. Agora imaginem que se encontram numa relação abusiva e resolvem, pelo vosso bem e pelo do vosso filho, sair dessa situação. Com tudo o que daí advem. Sabemos que isto nunca é fácil. 

Agora imaginem que têm a custódia do vosso filho, de 5 anos, partilhada com este idiota. E que eventualmente acabam por descobrir que o idiota esmurra o vosso filho nos dentes. E que se recusa a levá-lo ao hospital quando está doente. E que nem sequer lhe aplica um penso rápido quando o miúdo escorrega e cai, o que se torna depois numa infecção na perna. E agora o miúdo volta a fazer xixi na cama, tem dificuldades em estar sozinho e se recusa a ir para casa do idiota do pai.

Continuem a imaginar, agora que vão tentar conseguir a custódia total do miúdo. E que vos é dito que terão de reportar isso ao equivalente à nossa CPCJ. E que alguém vos vai ajudar a fazer isso. E esse alguém acaba por saber dos pormenores mais sórdidos e dolorosos que andam a tentar enterrar desde que se separaram.

 

 

 

Esse alguém ... muitas das vezes sou eu.
E hoje ainda estou a tentar processar o que acabou de se passar com esta senhora.

publicado por Vita C às 11:34
Etiquetas:

17 comentários:
Não passei isso, mas a minha irmã infelizmente sim... sofreu violencia domestica, a filha sempre viu e quando a miuda tinha 4 anos tiramos as duas daquela casa. Desde aí a miuda sempre recusou o pai e ir para casa dele. Conseguimos que a custodia fosse da mãe (minha irma). Mas pensao de alimentos nem vê-la! É tão triste!
Ana Gomes a 24 de Março de 2016 às 16:03

Sao situacoes extremamente delicadas e que mexem sempre comigo. Sempre.
Vita C a 25 de Março de 2016 às 07:00

Eu tive a sorte de não ter tido filhos com o idiota... ;) Força nisso!
saracasticamente a 24 de Março de 2016 às 16:28

Menos mal :)
Vita C a 25 de Março de 2016 às 06:59

A minha mãe também teve a infelicidade de se casar com um idiota desses que acabou por ser meu pai.
Felizmente livrou-se dele depressa e nunca mais o vi e espero nunca mais ver.
Girl About Town a 24 de Março de 2016 às 17:08

Parece que, felizmente, há cada vez mais mulheres (e homens, que isto nao é exclusivo) a dizerem "basta!".
Vita C a 25 de Março de 2016 às 06:59

Olá Vita ,
Olha, nem sempre o idiota já o é quando se casa com ele... às vezes transforma-se durante o casamento, devido a várias circunstâncias...
E aí? Casou-se com uma pessoa e agora está-se casada com outra... Foi o que me aconteceu... Ainda aguentei 16 anos, devido a ter 2 filhos, mas para tudo há um limite... E um dia acordei (tinha feito 40 anos há pouco tempo, se calhar isso tb teve influência) e pensei: "Eu não mereço isto!" E dei-lhe o divórcio, porque era o que ele queria mas não tinha a coragem de o pedir... 2 anos se passaram e, a pessoa de quem foi atrás, não quis vir morar com ele e ele arrependeu-se! Mas... tarde demais! Aí já eu tinha deixado de gostar dele. Felizmente é um bom pai, disso não me posso queixar.
Já a tua situação é complicada! Muito má mesmo! Espero que tenhas sorte nas ajudas da CPCJ e no Tribunal, assim como do Advogado! Às vezes é mesmo uma questão de sorte! Que tudo te corra bem! Muita força! E sê positiva!
Beijos de Lisboa
Helena A. a 24 de Março de 2016 às 17:24

A situacao nao é minha. Felizmente.
Obrigada por partilhares. Boa sorte :)
Vita C a 25 de Março de 2016 às 06:58

Se este fosse o meu trabalho, estas informações estariam protegidas por sigilo profissional.
Anónimo a 24 de Março de 2016 às 21:08

Conseguiu identificar alguém? Impressionante. Porque, como se ve, nao há demasiados casos por aí. E dei imensas informacoes para conseguir identificar a pessoa. E a crianca. E desconheco por completo o meu trabalho e as minhas obrigacoes éticas. Obrigado por me recordar...
Vita C a 25 de Março de 2016 às 06:57

Acho que faz muito bem divulgar este tipo de situações publicamente, não mencionou qualquer nome ou dado que se consiga identificar quem está a passar por esta triste "história"! Acho que é de louvar divulgar estas situações para que milhares de mulheres por este país fora, que passam pelo mesmo, ganhem coragem suficiente para sair rapidamente do tormento em que vivem diariamente! Muito bem escrito Vita C!
Kikas a 25 de Março de 2016 às 21:56

Obrigada!
De facto, muito se ouve por aí, é verdade, mas ainda há tanto para fazer!!!
Vita C a 28 de Março de 2016 às 09:19

É verdade, mas passar e fazer ouvir a mensagem por todos os meios, até por um blog, já é outro grande passo
Kikas a 28 de Março de 2016 às 09:49

Espero sinceramente que corra tudo bem.
Ninguém merece ser maltratado, física ou psicologicamente.
Tudo de bom.
Beijinhos
Carmen Ferry a 27 de Março de 2016 às 23:11

Obrigada!

Eu também espero que tudo corra bem. Há vezes em que si, que corre bem. A ver vamos!
Vita C a 28 de Março de 2016 às 09:20

Não tenho inveja nenhuma do teu trabalho... tenho a certeza que deve ser apaixonante, mas também muito pesado quando se tem de levar com os problemas todos dos outros. Se carregar com os nossos problemas já é dificil imagina ter de carregar também com os problemas de mais não sei quantas pessoas... Respira! Por vezes ajuda...
soumaiseu a 5 de Abril de 2016 às 15:30

Bem verdade.
Respirar, descontrair, cuidar de nós, tudo é importante :)

(mas adoro o que faco)
Vita C a 6 de Abril de 2016 às 11:53

Março 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
25
26

27
28
30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

34 seguidores

pesquisar neste blog
 
Visitantes
Por aqui
online
blogs SAPO