espaço de mau feitio, alguma reflexão, música e outras panóplias coloridas

23
Jun 12

Ontem, pouco antes das oito e meia da manhã, Vita C a caminho do trabalho.
O carro à minha frente seguia de quatro piscas sem que o trânsito justificasse. Ultrapassei e então percebi o porquê: à frente do carro seguia um cão. Encostei, o outro carro também, e nem sei muito bem como consegui apanhar o cão. 
Ida ao veterinário, consulta e banhoca. Beca beca, rebeubeuca, a pequena não tem chip. Mas tem um sopro no coração algo grave. Provavelmente terá sido por isso que a abandonaram. Já tem ecocardiografia marcada para o início de Julho. Já tem medicação para o próximo mês.
Resta dizer que a tirei do IC19, umas das vias mais movimentadas da Europa.

Bom, resumindo, temos agora novo elemento da família. Assim que chegou a casa, pôs-se a comer, a ver se perde o ar escanzelado.

Não entendo gente que abandona animais. Reprovo, condeno, repugna-me, sim. Porque um cão não é um brinquedo nem um peluche. É um membro da família.

publicado por Vita C às 13:18
Etiquetas:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
20
22

24
25
26
27
29
30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

30 seguidores

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO