espaço de mau feitio, alguma reflexão, música e outras panóplias coloridas

27
Mai 09

Faz-me confusão. Pelos vistos não é apenas a mim. Um blog é um blog... apenas e só um blog.  Serve para descarregarmos alegrias e frustrações, arrependimentos e mágoas, ideias estúpidas e ideias inteligentes, receitas, mezinhas, bruxedos e feitiços. Serve para tudo e acaba por não servir para nada.

 

 

Eu gosto de lamechices em blogs. Gosto, a sério. Eventualmente os que por aqui passam (ou não) não se apercebem (ou sim) da minha faceta mais sentimentalóide alternativa, que renego para um outro blog que cuido quase religiosamente no blogger. Tenho também um fotolog que dirijo com algum carinho*. Por isso volto a dizer, gosto de lamechices em blog, na medida e no peso certo.

Sobretudo, na abstracção certa. Faz-me confusão quando os bloggers expõem detalhes da sua vida íntima e privada. Estão no seu direito, é certo, até podiam pôr fotos da sua nudez identificativa, mas é desnecessário. Eu visito um blog porque a escrita me atrai, porque a personalidade ali reflectida me cativa, por mil e uma razões, mas tenho noção de que um blog é apenas a ínfima parte do todo que a pessoa que o escreve é. Sinto-me overwhelmed quando me deparo com pormenores da vida dessa pessoa, quase figura pública na blogosfera, que tanto mudam consoante faz sol ou chuva. Pormenores que enviesam e atrapalham a escrita, e me desconcentram do essencial: o blog. O que me cativou e fez regressar. Que volta e meia é inundado de pormenores desfasados da ideia original...

Repito: cada um escreve e mostra o que bem quiser. Correndo os riscos de ver a sua vida devassada por seguidores mais ou menos fanáticos que embarcam em fantasias cor-de-rosa e virtuais, ou por sarcásticos suspiros e um encolher de ombros .Porque da virtualidade se compõem blogs e afins. Quanto a mim, que volta não volta vos brindo com episódios caricatos ou vulgaríssimos da minha vida, do mais-que-mais-que-tudo, da mãe, do emprego e afins, apenas digo que são infinitésimas partes de tudo o que vos poderia contar.

Tudo o resto é o mais importante.

 

* queriam os links era? era o queriam... um dia destes, se estiver para aí voltada, logo vos informo de outros dos mil eus por revelar...

publicado por Vita C às 22:37

2 comentários:
Para mim, é bem pior o HI5. A vida é muito mais exposta. Sabemos onde andou X, com quem namorou, os engates... etc... Por vezes exponho-me imenso no meu blog, falando dos meus sentimentos e emoções, partilho emoções com as palavras. É muito meu.
Cláudia Oliveira a 29 de Maio de 2009 às 15:43

Claro que há piores coisas que a exposição num blog... o HI5 é um bom exemplo (também tenho, com perfil privado, mas com a excepção de umas quantas fotos do meu trombil cenoura, nada de jeito se extrai dali).
Quando me referi a exposição não me opus minimamente a expor sentimentos (eu tenho um blog mais emocional, como já referi, e tão actualizado como este, ou mais até). Aliás, um blog, comecei eu por dizer, serve para tudo o que quisermos... e daí ser tanto o nosso cantinho. É nosso, pessoal, e escolhemos o que lá pomos.
Mas há blogs, e era aí que queria chegar, que me atropelam de pormenores e montanhas-russas e voltas e baldrocas. Ou então sou eu que sou demasiado susceptível, o que também é possível

;)
Vita C a 29 de Maio de 2009 às 21:40

Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

12
15

17
18
22
23

26
28



mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

30 seguidores

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO