espaço de mau feitio, alguma reflexão, música e outras panóplias coloridas

25
Abr 11

Zeca Afonso é um nome grandioso no panorama musical português, e também na minha vida. Por tudo, pela força e pela música, pelos arrepios,  pela partilha que já me proporcionou, pelas cassettes do último concerto no colisou, que eram do meu pai e por aqui ficaram, por tanto.
Maior que o pensamento, que ontem devorei e agora me faz companhia e amanhã me deixará saudade, consegue a proeza de analisar também a música, dentro e fora da intervenção. Ouvir Paco Ibañez, Malangatana e outros tantos a discorrerem sobre um dos maiores músicos do meu coração, da minha canhotice mas não só, faz-me arrepios.
Um grande trabalho de Joaquim Vieira, que me aperta a garganta e abrilhanta os olhos.

 

publicado por Vita C às 22:36
Etiquetas:

Então esconde-se em diversos disfarces que a ninguém enganam.
Recorda-se, de uma forma fragmentada e algo difusa, quando um dia a foram desenterrar às entranhas do país que ama, Portugal. Na altura, puseram-lhe alegres cravos vermelhos nas mãos, vestiram-na de branco e apresentaram-na ao mundo como a mais bela revolução do mundo. Hoje em dia, as vestes escureceram e talvez sejam cinzentas, mas poderiam ser apenas branco velho, sujo, desgastado. Os cravos secaram, embora ela os guarde no recanto mais sensato do coração, coração que lhe dói de cada dia que passa em que os homens passam de braços descaídos, a esquecer o Abril que a devolveu das entranhas desta terra, levantada do chão onde fora pisada, esquecida, torturada. Crê até que é essa indiferença que a mata lentamente e lhe chamusca as vestes. Que a inebria e a convence que não há solução para os passos que dão e os que não se dão, e a quase amaldiçoar o dia em que a trouxeram das cinzas de um povo para ser algo mais que pão.

Hoje, faz 37 anos. Chama-se liberdade, e tenta morar em cada um de nós, sobretudo aqueles que não viveram Abril.

publicado por Vita C às 20:18
Etiquetas:

Mas a Sic Notícias devia ter vergonha de enviar para a rua repórteres que a entrevistarem pessoas sobre o 25 de Abril fazem uma figura de prepotência ignorante. 

 

(senhor, falta cumprir-se Abril)

publicado por Vita C às 16:52

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
15
16

18
19
21
22
23

26
27
28
29


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

30 seguidores

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO