espaço de mau feitio, alguma reflexão, música e outras panóplias coloridas

07
Jul 10

 

 

Segundo Thoreau, a felicidade é como uma borboleta: quanto mais andamos atrás dela, mais ela nos escapa, mas se nos abstrairmos e deixarmos de ser obstinados, ela virá pousar suavemente no nosso ombro.

Não sou uma figura utópica, mas concordo em grande parte com esta ideia. Requer uma grande sensatez deixarmo-nos ir sem ansiedade e sem facilitismos e requer uma força de vontade imensa sabermos travar essa mesma onda de go with the flow. A virtude não está sempre no meio, está em sabermos que cada aspecto é relevante, dependendo do prisma de onde olhamos para ele. Às vezes. Grande parte das vezes. Mas nem sempre.

Nada como as coisas simples.  

 

(ah, o último dia de trabalho antes do Alive! será tãaaaaaaaao produtivo!)

publicado por Vita C às 10:07

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

19
22
23
24

27
29
30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

30 seguidores

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO