espaço de mau feitio, alguma reflexão, música e outras panóplias coloridas

09
Jul 10

Então resumindo...

Entrada caótica para quem tinha passes de 3 dias. Caótica e vergonhosa, demonstrando incapacidade impressionante de gestão logística. Passei o concerto de Moonspell numa fila imensa.

 

Alice in Chains: entre o indescritível e o inesquecível existe o quê? Absolutamente fenomenal.

 

Kasabian: a confirmação. Sempre gostei deles e, apesar de não entender como podem tocar após AIC, devo reconhecer que foi bastante bom. Como já esperava.

 

Faith No More: cumpriram. Talvez porque às 00h45 a malta começa a ficar cansada, não foi o culminar esperado. Houve momentos bons, muitos bons, mas nem sempre convenceram. Mas repito, a culpa foi dos AIC e dos Kasabian, que para mim foram o melhor deste dia.

 

Hoje lá estaremos...

publicado por Vita C às 13:25

4 comentários:
Não, não, não, não, não.

Concordo com a parte das filas para o pessoal do passe de três dias... em vez de terem a vida facilitada, tiveram-na complicada.... foi uma das vantagens de não ter conseguido o passe... passe por vocês todos a sorrir e a cantar.

Quanto aos concertos, AIC foram apenas e só normais, vivendo muito dos fogachos dos êxitos da era que todos nos lembramos. Ainda para mais, tocaram melhor as músicas novas do que as antigas para que entrassem melhor nos ouvidos dos descrentes.

Kasabian foi a surpresa, tenho um álbum deles - do qual não gosto - e depois conheço uma ou duas músicas fixes. Mas à medida que o concerto se desenrolava fui-me aproximando do palaco e gostando cada vez mais. Souberam cativar o público e deram um grande concerto.

Faith No More foi o melhor concerto da noite porque era a melhor banda da noite com o melhor corpo de trabalho e músicas. Em comparação com o concerto do ano passado no Sudoeste, este foi bem melhor, mais certinho e sem tantos "pregos" e só pecou na forma como acabou, naquele encore de uma música com dedicatória ao Ronaldo... uma música demasiado calma que deixou um efeito de anti-climax. Mas foi, contudo, o melhor concerto da noite.

(Análise referente ao palco principal, porque não vi nada dos outros)
joão a 9 de Julho de 2010 às 16:17

Dos passes de 3 dias nem volto a falar. Foi vergonhoso e espero que hoje, com tudo esgotado, não se repita. Passaram muitos por nós a cantar ... e vai ser só o que vão fazer hoje, porque ver será para quem esteve na fila heheheheh!

Continuo a insistir em AIC. Mas sou eu, que não tendo a possibilidade de ver os Seattle 4 ao menos vejo 2 em vida útil.

Em todo o caso, interessa-me é hoje. tenho sérias dúvidas de que amanhã consiga escrever algo coerente sobre o que se passar esta noite...
Vita C a 10 de Julho de 2010 às 14:03

"Alice in Chains foram apenas e só normais". Sim, os Alice in Chains são aquilo, e não precisam de mais. Valem pela sua música. Fizeram um bom álbum este ano e pecaram apenas por teem vindo apresentá-lo em festival. Num festival sobressaem os frontmen que andam por lá aos pinchos, a dizer caralhadas, a puxar para que o público diga asneiras e a insultar o cristiano ronaldo. Os Alice in Chains são assim e é assim que eu gosto deles. Os Faith no More deram um bom concerto e um grande espectáculo, sim senhor, mas há que olhar para os dois concertos de acordo com aquilo que são as duas bandas: muito diferentes.

Eu tive sorte, fui cedinho porque queria ver Local Natives e ainda apanhei 3 músicas :) por causa de Alice in Chains só pude ver a primeira música de Florence + The Machine e as últimas 3 de The XX (cujo som minimalista dentro de uma tenda à pinha e barulhenta não funcionou lá muito bem).

Enfim... com saudades do Alive :(
Sara a 17 de Julho de 2010 às 18:39

My point exactly. Em todo o caso, AIC foi uma espécie de pré-aviso para o quão bom este Alive seria :)
Vita C a 18 de Julho de 2010 às 01:48

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

19
22
23
24

27
29
30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

31 seguidores

pesquisar neste blog
 
Visitantes
Por aqui
online
blogs SAPO