espaço de mau feitio, alguma reflexão, música e outras panóplias coloridas

17
Set 10

O calor no abraço ao fim da tarde é insubstituível. É o princípio de tudo.

Sobretudo naqueles dias não, em que nos apetece apenas bater com a porta e mandar toda a gente para um sítio bem longe. Mas a guerreira que habita em mim, um dos meus muitos eus, repousa nesse abraço que me diz que está tudo bem. Mesmo quando não parece. Sobretudo quando não parece.
É nesses momentos que volto a Lisboa, a esta Lisboa incomparável, para abrir os olhos para ver, além de olhar, escutar para além de ouvir, viver abraçada a esta história que nos tem tecido. É como se renascesse sabendo que esperamos todo o tempo que nos separa.

 

* Manel Cruz, aka, Foge Foge Bandido

publicado por Vita C às 22:33

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13
14
15
18

21
24
25

27
28
29


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

30 seguidores

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO